Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Administração / Notícias / Futuros administradores projetam restaurante sensorial e usina sem chorume

Futuros administradores projetam restaurante sensorial e usina sem chorume

Feira de Negócios reuniu trabalhos de formandos deste primeiro semestre

10/06/2015 18h55 - última modificação 11/06/2015 18h39

A receita do negócio é exótica, o tempero parece indigesto para quem tem fobia de escuro, mas o sucesso do prato é comemorado pelos idealizadores do La Obscurité, restaurante montado por alunos concluintes do curso de Administração da Universidade Metodista que se propõe a estimular “uma experiência sensorial” nos clientes, pois o ambiente não é iluminado. Reflete apenas uma luz negra. Traduzindo: em vez de comer “com os olhos”, como estimulam casas tradicionais ao caprichar no visual dos pratos, o La Obscurité quer que os frequentadores sejam fisgados apenas pelo paladar.

“Temos pratos pré-definidos, como salmão na chapa, para que o cliente saiba o que está colocado à mesa. Mas o objetivo é propiciar uma degustação exclusivamente pelo sabor. Isso já é comum em Paris e Tóquio e queremos levar para a Rota dos Restaurantes em São Bernardo”, explica Vanessa Fazan de Lima, uma das integrantes do grupo, que também agrega como diferencial do negócio a sustentabilidade, já que o consumo de energia é próximo de zero. Para evitar imprevistos com garçons, eles pintam os braços com tinta reflexiva.

Comprometimento

Planos de empreendimentos como esses fizeram parte da 1ª Feira de Negócios – Top de Marketing da Faculdade de Administração e Economia, organizada por nove grupos de formandos deste semestre em complemento aos TCCs (Trabalhos de Conclusão de Curso). Segundo o professor José Antonio Massaroppe, além dos trabalhos entregues redigidos e expostos oralmente às bancas, a apresentação pública foi uma forma de comprometer os alunos com a viabilidade prática dos negócios que projetaram. Os trabalhos foram apresentados na praça central do campus Rudge Ramos da Metodista dias 9 e 10 de junho.

     Embora não seja uma ideia estreante no mercado brasileiro, a Oxy Clean Energy promete reaproveitar lixo orgânico para produção de “energia limpa” a partir do biogás. Os planos são de coletar lixo em empresas do ABC, transportar para uma usina com biodigestores que fermentarão o material e produzirão biogás, que por sua vez será vendido às próprias empresas fornecedoras do lixo orgânico ou a distribuidoras de energia como Eletropaulo.     

O risco é calculado. O processo não produz chorume (gás tóxico) e a sobra do que não é revertido em gás resulta em um fertilizante agrícola, explica a formanda Lara Ponse. “Com investimento inicial de R$ 685 mil entre instalações e biodigestores, pode-se coletar 1.800 toneladas/dia de lixo e gerar 14.400 kw/hora de energia por mês. O negócio se pagaria em seis meses”, projetam os criadores da Oxy Clean.

Feira em casa     

Diante do potencial representado por casais que trabalham fora, pelo público de solteiros que moram sozinhos e mesmo adultos na terceira idade cujos filhos já saíram de casa, a Feira da Mamãe é um delivery que anuncia primar por qualidade e personalização dos alimentos. A ideia é suprir pessoas sem tempo de ir a supermercados ou feiras e abastecê-las com menu e periodicidade previamente acertados.

“Como nossas mães fazem, queremos ser responsáveis pela alimentação dessas pessoas. O negócio será montado perto do Ceasa em Santo André para termos produtos frescos todos os dias e os motoristas atuarão por região, para que o alimento chegue rápido ao cliente”, descreve a aluna Bruna Mora.

Uma nutricionista profissional, Loanda Santos, foi contratada para desenvolver os pacotes, que são em número de 6 e enfatizam frutas, legumes e verduras. Há opções de pratos diários, semanais, individuais e familiares, mas é possível montar escolhas personalizadas. As entregas estão planejadas em três períodos, das 8h até 22h.

FAEFeiraNegociosJUNHO2015.jpg
Feira ocorreu na praça central do campus Rudge

 

Veja outros trabalhos desenvolvidos:     

Bombolinho – A cafeteria gourmet traz como produto inovador bolinho de chuva com recheios e acompanhamentos diversos.

Gastrô - Restaurante Temático - Restaurante temático no Centro de São Paulo que oferece quatro semanas temáticas baseadas em países, incluindo gastronomia típica e caracterização dos garçons, decoração e apresentação de atrações musicais.

Fiquei noiva, e agora? O empreendimento atua em um mercado em plena expansão e já amadurecido, o mercado de eventos, especificamente na assessoria a casamentos.

Fechaduras Tecnolock - A fechadura eletrônica possui alta tecnologia com auxílio de celulares (modelo Iphone ou Android – versão 5.0.2). Através da função bluetooth e sincronização com a fechadura, é possível abrir a porta das residências e prédios remotamente.

ABComedy - Stand up Bar - Casa de entretenimento no ABC paulista que tem como atração o Stand Up Comedy, uma aposta frente aos convencionais programas noturnos de jovens e adultos.

Portal de Notícias Sigo Minha Cidade – Portal na WEB “Sigo Minha Cidade (SMC)” mostrando os acontecimentos da cidade bem como quais os passos necessários para um negócio consolidado no mercado.

Esta matéria foi publicada no Jornal da Metodista.
Conheça Outras.

Comunicar erros


Leia mais notícias sobre: , , , , , , , ,

ANDREA LEITE - COORDENADORA

Veja o minicurrículo

 

administra.jpg 

 

Receba informações de oferecimento deste curso

 

Receba informações de oferecimento sobre esse curso: