Você está aqui: Página Inicial / Depoimentos / Marcelo Bergamo

Marcelo Bergamo

Coordenador do Curso de Tecnologia em Gastronomia

marcelo-bergamo
“Era agosto de 2005 quando fui contratado para dar aulas para o curso de Tecnologia em Gastronomia da Metodista, uma graduação recém-aberta, com apenas seis meses de vida e pioneira no Grande ABC. No início, a Gastronomia guardava algumas semelhanças com o curso de Nutrição já bastante consolidado aqui na instituição. Pouco a pouco, porém, a equipe de chefs, também recém-contratada, foi moldando o curso até que atingisse o perfil esperado para uma formação que lida com cultura, ciência, arte, serviço e comida.

Assumi a coordenação da Gastronomia em 2007. Desde então, nossa equipe se esforça ao máximo para que o curso acompanhe a realidade do mundo lá fora: os novos modismos gastronômicos, as novas tendências e os resgastes que, vira e mexe, ressurgem do passado. E lá se vão alguns anos de belíssimas discussões e projetos abordando temas como cozinha familiar, sustentabilidade, brasilidade, cozinha de fusão e cozinha dos imigrantes. Temas que levam os alunos a refletir sobre o que é a gastronomia – um universo que vai muito além da cozinha e do fogão, pois se trata da somatória de cultura, sociedade, política e comida.

É também um orgulho acompanhar a trajetória de nossos ex-alunos. Muitos resolveram seguir os passos de seus mestres e também se tornaram docentes em importantes instituições de ensino do ABC e de São Paulo. Outros resolveram encarar o dia a dia pesado de uma cozinha ou confeitaria, e muitos abriram seus próprios negócios. Alguns inclusive decidiram sair do Brasil e encarar a realidade em outros países ou optaram por desbravar o mundo trabalhando em cozinhas de cruzeiros.

E aqui caberia muito bem um pensamento de Carlo Petrini, importante estudioso da gastronomia e fundador do movimento slow food: “A comida – linguagem universal e imediata, componente da identidade e objeto de intercâmbio – é uma das formas mais poderosas de diplomacia e paz!. Vida longa à gastronomia!”

 

Comunicar erros